Ir para conteúdo do site

Ir para conteúdo

Prefeitura de Itaporanga
Acompanhe-nos:
Facebook
Notícias
Principal   Notícias
 

21/05/2018 às 13:34:00
PREFEITO CACHETA ASSINA PEDIDO DE ADESÃO AO PACTO GLOBAL DA ONU ATRAVÉS DO PROJETO ANGRA DOCE.

PREFEITO CACHETA ASSINA PEDIDO DE ADESÃO AO PACTO GLOBAL DA ONU.

Na tarde desta quinta-feira (17) foi realizada em Timburi, mais um encontro do Conselho do Projeto Angra Doce. O evento aconteceu no Centro de Eventos, com as participações do Prefeito de Timburi Paulinho Minozzi (Presidente do Conselho), dos Prefeitos de Bernardino de Campos, Barão de Antonina, Canitar, Fartura, Itaporanga, Ipaussu e representantes dos municípios de Piraju, Chavantes e Ourinhos. Também estiveram presentes os deputados João Caramez e Ricardo Madalena, além de representantes do segmento de turismo e o Sebrae da regional de Ourinhos.
A reunião foi pautada no desenvolvimento regional e desenvolvimento sustentável, através da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Motivados pelo Governo do Estado do Paraná a se integrar ao Projeto Angra Doce, depois da recente reportagem do jornalista Fernando Gabeira na Globo News apresentando nossa região para todo o Brasil, o Programa Cidades tem aberto novas perspectivas no desenvolvimento regional. Para que o Programa de Cidades possa colaborar com o Projeto Angra Doce, é necessário que os municípios que o integram sejam signatários dos 10 princípios do Pacto Global da ONU. Diante disso, e com o intuito de valorizar e buscar novos recursos para o desenvolvimento turístico, durante a reunião, o prefeito Vilson Rodrigues (Cacheta) assinou o pedido de Adesão ao Pacto Global do Programa Cidades da ONU. É um dos primeiros passos dados rumo á um administração mais sustentável e adequada ao cenário atual da politica e economia mundial.

PACTO GLOBAL DA ONU (fonte: http://pactoglobal.org.br/)
O Pacto Global é uma iniciativa desenvolvida pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção refletidos em 10 princípios. Essa iniciativa conta com a participação de agências das Nações Unidas, empresas, sindicatos, organizações não-governamentais e demais parceiros necessários para a construção de um mercado global mais inclusivo e igualitário. Hoje já são mais de 12 mil organizações signatárias articuladas por cerca de 150 redes ao redor do mundo.
As empresas participantes do Pacto Global são diversificadas e representam diferentes setores da economia, regiões geográficas e buscam gerenciar seu crescimento de uma maneira responsável, que contemple os interesses e preocupações de suas partes interessadas – incluindo funcionários, investidores, consumidores, organizações militantes, associações empresariais e comunidade.
O Pacto Global não é um instrumento regulatório, um código de conduta obrigatório ou um fórum para policiar as políticas e práticas gerenciais. É uma iniciativa voluntária que procura fornecer diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras.
O Pacto Global conta com um website referencial sobre cidadania empresarial com informações das iniciativas dos escritórios da ONU, eventos programados e informações sobre as empresas signatárias no Brasil e no mundo (www.unglobalcompact.org). Além de dar complementaridade às práticas de responsabilidade social empresarial e ser um compromisso mundial, o Pacto Global é uma iniciativa importante e base para a criação da ISO 26000 de RSE.
O Pacto Global advoga dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção:

Direitos Humanos
1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente; e
2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.
Trabalho
3. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
4. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;
5. A abolição efetiva do trabalho infantil; e
6. Eliminar a discriminação no emprego.
Meio Ambiente
7. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
8. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental; e
9. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.
Anticorrupção
10. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Fonte: pactoglobal.org.br

 
 
 
 
Endereço
Rua: Bom Jesus, nº 738 - Centro
CEP: 18480-000
Atendimento
Segunda-feira a Sexta-feira das 08:00 as 17:00 horas
Telefone
(15) 3565-1397
Newsletter
Cadastre-se e receba informativos da Prefeitura de Itaporanga
© Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia
Seta
Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia